sábado, 24 de setembro de 2011

Anemia por deficiência de ferro (ferropriva)


Apesar de pequenas quantidades de alguns elementos estarem presentes no corpo, eles ainda são necessários para o corpo funcionar adequadamente. O ferro, medido em porcentagem da massa do corpo, existe em quantidade extremamente pequenas. Os animais possuem aproximadamente 9 a 22 mg de ferro no seu corpo, a maior parte do qual está nos eritrócitos. O ferro é usado para ligar oxigênio e caregá-lo para os tecidos. Sangramento crônico reduzirá a quantidade de ferro no corpo, resultando em uma condição chamada anemia ferropriva. Por exemplo, um cãozinho ou um gatinho com uma infestação grave por pulgas pode perder 100 mL de sangue por dia. Quando as reservas de ferro no corpo são esgotadas, a contagem (o número) de eritrócitos diminui. Os sinais clínicos incluem membranas mucosas pálidas, fadiga crescente, pulsos batendo forte e ritmos cardíacos de galope. Se o animal for estressado, como durante um exame físico, ele pode morrer de uma arritmia cardíaca. Anemia por deficiência de ferro é tratado estabilizando-se o paciente com transfusões de sangue, dando suplementos orais e injetáveis de ferro, e eliminando a causa da parda sanguínea. (COLVILLE; BASSERT, 2010).

Um comentário:

  1. este tipo de anemia o cão poderá perder os movimentos das traseiras e ficar sem andar?

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário aqui!!! Favor não esquecer de deixar o email tb, para melhor atendê-los.