sábado, 24 de abril de 2010

O amor pelos animais começa pelo respeito que lhes é devido


Um dia deste, li, no blog de um amigo , a descrição de uma cena hilariante: um senhor, já não muito novo, passeava com um cachorro, que ia dentro de um carrinho de bebé, com cinto de segurança e tudo.

Para lá do insólito e do caricato da cena, há uma coisa que é muito mais séria e merece alguma reflexão.
Há quem confunda o amor pelos animais, com a sua humanização. O que é sinónimo, quase sempre, de atentado à dignidade a que qualquer vida tem direito.
Assim, por exemplo, vestir um cão com camisolas e cachecóis com as cores do clube preferido, não demonstra qualquer afeto pelo bicho. Porque não é natural. Porque é usar o animal como um objeto, como uma espécie de cabide.
O verdadeiro amor pelos animais, passa, antes de tudo, pelo respeito do modo de vida que lhes é imanente.
Fazê-los entrar em esquemas de vida próprios do ser humano, conduz, geralmente, à sua ridicularização.
E muita gente assim age, acaba por ser aquela gente que, depois de farta do "brinquedo" o abandona na primeira esquina.

Postado por: Natália Mayrinck

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!!! Favor não esquecer de deixar o email tb, para melhor atendê-los.