quarta-feira, 28 de abril de 2010

Cirurgia inédita - Primeiro joelho artificial em gato.



Imagem 1 - Missy, de 8 anos: implante pioneiro.
Imagem 2 - Joelho artificial: duas peças articuladas por um parafuso.
Em outubro, na Inglaterra, a gata Missy, de 8 anos, milagrosamente sobreviveu a um atropelamento. Teve, porém, o joelho de uma perna traseira deslocado, com os ligamentos fragmentados e inutilizados. A solução tradicional, em casos assim, é amputar a perna. Mas isso não iria funcionar com Missy porque a outra perna traseira teve oito fraturas e não suportaria ser o único ponto de apoio. Sacrificá-la era a opção que restava. Ou, então fazer um implante de joelho artificial. Apesar de a possibilidade nunca ter sido antes testada em gato, foi essa a escolha dos donos de Missy.
O trabalho foi feito pelo cirurgião veterinário Dr. Noel Fitzpatrick, responsável pela clínica Fitzpatrick Referrals, especialista em ortopedia e neurocirurgia de pequenos animais, localizada próxima a Londres, em Surrey.
Em cerca de seis semanas de pós-operatório, Missy tinha se recuperado bem. "Missy agora brinca e corre em volta da casa normalmente, muito feliz, com movimentos normais - nem parece que está com um implante".
Postado por: Deyvid Lopes

Um comentário:

  1. Muuuitoo bacanaa..adorei o blog...que a medicina continue seguindo em bons rumos de descobertas para que possamos sempre ter um opção de vida aos nossos bichinhos..que são coisas de Deus..

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário aqui!!! Favor não esquecer de deixar o email tb, para melhor atendê-los.